Disque P para Projetar


No ramo de alimentação, a polarização das tendências pode levar a ideias criativas, o que no atual cenário de ações e reações inesperadas, pode conduzir também a riscos variados. Num ambiente farto em informações de conveniência (para quem informa) e soluções fáceis para problemas difíceis, alguns fundamentos de planejamento em foodservice ficam confusos ou contraditórios, precisando serem revistos para minimizar imprevistos ou perdas.

Para dar segurança aos investimentos, há um novo sistema de planejamento com mais especialidades e alinhamento com os projetos complementares. Os consultores do Programa Green Kitchen agora tem o Modelo GK58, e o que já era sustentável, agora tem mais tecnologia e alcance. Essencialmente são soluções simples em um conjunto solucionado por inteiro.

Na prática se coloca em discussão um check list atual com um mínimo de 58 tópicos que importam em qualquer foodservice, de qualquer tamanho. Em reuniões de alinhamento com operadores, arquitetos e engenheiros, a criatividade de cada especialista contribui para uma solução final mais bem pensada. E assim, a maior economia do empreendimento passa a ser sua própria solução.

Para quem tem tempo e deseja fazer seu próprio projeto as estações do site cozinha365.com.br ajudam muito como a parte motora de um amplo empreendimento. Deve-se considerar também que uma equipe de projeto é uma necessidade fundamental e seu custo é a menor fatia do investimento. Quando a equipe é boa, paga-se várias vezes.

Brevemente o site cozinha365.com.br promoverá um curso de atualização do Modelo GK58 a planejadores engajados, investidores ativistas e aos que acreditam que um projeto só é econômico se for bom.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram
Open chat